11 setembro 2009

Quero fazer parte do Poema


Quero fazer parte do poema mesmo que este não tenha história,
Não quero fazer parte das palavras que são o meu espelho,
onde por vezes me reconheço e me sinto velho,
quando no fundo sei, que vagueio nelas, à procura da minha glória.

Quero fazer parte do poema onde o só não é mencionado,
Nem as palavras que me trazem o passado de dor.
Por isso, não quero fazer parte das palavras que são o meu fado,
Mas sim do poema que me enaltece e faz de mim vencedor.

Mesmo que ande à deriva, sem porto seguro,
Mesmo que procure o perfeito e só encontre a tempestade,
Mesmo que lute, que conheça a derrota, que não preveja o futuro,
Quero fazer parte do poema onde está a minha metade.

Quero fazer parte do poema que alguém vai declamar,
Quero fazer parte do poema que de mim vai falar,
Quero fazer parte do poema sem a dor de amar,
Não quero fazer parte das palavras pois essas, fazem-me calar.

6 comentários:

Valete disse...

ohh...embebeci..com este "presente"..
Amei djji mais!! Que cherie, hummm....vou dormir, aconchegado em algodão depois de um poema, só para mim.

HNunes disse...

É para ver se passam os pesadelos...
Lol
Bjos

DE-PROPOSITO disse...

Quero fazer parte do poema
----------
A partir do momento em que nascemos, passamos a fazer parte de um poema que é A VIDA. Poema esse, que ficará concluído um dia.
---------
Fica bem.
e a felicidade por aí.
Manuel

mariam disse...

HNunes,

primeira visita... tenho andado a 'passear-me' por aqui... e do que vi, gostei e vou voltar :)
obrigada p'la visita, gostei realmente de Lanzarote!

um sorriso :)
mariam

junior disse...

O que seria de nós sem as verdadeiras palavras de um poeta.

Anónimo disse...


[url=http://blue-pil.com/en/item/generic_xenical.html]buy xenical[/url]