09 julho 2007

Viaja em mim


Viaja em mim, como se o meu corpo fizesse parte do teu.
Faz dos teus dedos um barco e navega nos meus cabelos
suavemente, eu sentirei o teu doce toque e não te detenhas.
Minha face completa a tua, nela está o teu lado feminino,
encontra-te comigo nos meus olhos e espelha-te.
Sente o teu cheiro através de mim, roça os meus lábios e
prova o teu adocicado sabor.

Encosta a tua cabeça no meu pescoço, sente a tua força,
pousa-a no meu ombro, fecha os olhos, descansa em mim.
Apraz-te em meus seios que neles está maciez do teu peito.
Em silêncio, pernoita-te no meu ventre.
Enquanto te sentes, escorrega brandamente pelas minhas curvas,
elas são a tua viagem, o delicado suporte do teu tronco,
o meu apoio em ti.

Percorre as minhas pernas, elas são as hastes do teu compasso,
Dança com meus pés, vira-me suavemente, sobe o teu olhar,
Deixa-o cair sobre as minhas costas e vê a delicadeza das tuas.
Deita-te sobre mim, meu corpo suporta e completa o teu.
Vê como é belo o encaixe das minhas nádegas em teu ventre,
enquanto afasto as hastes do teu compasso, para que tu,
sem mais delongas, me toques e sintas como é bela a tua música,
através do meu vibrar.

(Viaja assim em mim enquanto estás longe)

35 comentários:

un dress disse...

viaja em mim:

até semos

apenas

e

tão.apenas

uma



pele...




:) *

NeLiNhA disse...

:) é bom ter quem viaje em nós...

Amaral disse...

Acompanho docemente a tua viagem, e comungo contigo o sabor do amor.
Dentro de ti, fora de ti, na viagem eterna da beleza do ser, a música ecoa em cada carícia, enquanto o sonho for apenas o adiar duma realidade desejada...

A.S. disse...

Uma viagem! Um desejo! Um sonho... e as palavras certas para descrever um turbilhão de intensas sensações!


Um terno beijo!

brisa de palavras disse...

Obrigada pela tua visita ao meu canto, não conhecia este espaço mas gostei muito e voltarei concerteza e acompanhar outras vigens....
um abraço
brisa de palavras

gasolina disse...

Querida Helena,

Para mim é de uma carta que se trata. Uma carta de muito amor, uno, e por isso se deseja que a viagem se faça como nunca apartados.

Muito bonito.

Um beijinho.

Maria disse...

Que texto intenso, Helena, tão lindo, tão suave e tão sensual......
Adorei...

Beijinhos

Juℓi Ribeiro disse...

Helena:

Sua sensibilidade
se revela em cada palavra
e seu talento se reflete
nos versos desta
maravilhosa viagem.
Colocastes as palavras
e os sentimentos
nos teus versos,
com equilíbrio e beleza.
Um abraço.*Juli*

DE-PROPOSITO disse...

Uma viagem 'fantasiosa'.
Fica bem.
Felicidades.
Manuel

Leticia Gabian disse...

Helena,
Vim retribuir a tua visita e me deparei com a imagem de uma viagem sensualíssima.
Gostei imenso do que vi e li por aqui. Também voltarei.
Beijinhos

Filipe disse...

Até me arrepio!
Excelente!

Beijos

mixtu disse...

curioso, nunca tinha pensado que se podia vijar no outro, mas pode, só tem que se saber as coordenadas e saber velar...
feliz de quem viaja...
abrazo europeu

Osc@r Luiz disse...

Olá Helena.
Vim agradecer-lhe a visita e as gentis palavras deixadas no comentário.
Você tem um belo blog que eu não conhecia mas que a partir de agora, sempre que tiver tempo, vou passar pra ver as novidades.
Muito obrigado.

Phil's Studio disse...

Quente...
Muito quente!...

P.S.: Há algum e-mail para onde possa agradecer as tuas amáveis palavras (que deixaste no meu cantinho)?

Dias... disse...

Felizmente prosperam os narradores do Amor, e felizmente a totalidade do que tenho a sorte de visitar primam pela qualidade.
Uns pela capacidade de sentir, outros pela capacidade de exprimir o sentir, outros por se excederem em ambas as capacidades anteriores, e raríssimos pela capacidade de serem Arte, mas serem ainda mais ousados, diferentes pelo objectivo, objectivo que coloca o tal patamar das capacidades, um degrau acima.

Parabéns, acho que deu para perceberes que te li maravilhado com a escrita, a sua classe, o seu charme, e levei um pontapé de adrenalina nos joelhos quando percebi o porquê deste verbo e como mais ainda te entregas-te no verbo, estabelecendo argumentos para o imaginar do receptor.

E que maravilhoso argumento o teu.

GOSTEI MUITO, parabéns

P.S.- Com a febre dos prémios e nomeações, voto-te post do dias :)))))))))))

albertokorda disse...

é bom viajar com sentimentos iguais aos escritos.

Bruno disse...

Tanta intensidade retratada com tanta sutileza. Outra jóia tua, Helena!

Beijos e ótima semana

gasolina disse...

Primeiro achei-te uma carta de Amor.
Agora ofereço-te um selo de amizade pela Excelência do teu verbo. Vai ao meu canto, pf.

Um beijo, Helena.

Brain disse...

Helena,

Descrição singular,
Sedutora e extremamente completa.

Fantástica!

Beijo.

Chama Violeta disse...

Olá amiga! Venho cá ára fazer-te um convite de amor: meditar pela cura do Planeta em 17/07/07. Leia mais em meu blog!
Beijos violeta!

Alexandra disse...

Excelente texto!!

A tus escrita leva-nos mesmo a seguir-te...

Adoro ler estes textos tão bem feitos!

Bjs

O Sibarita disse...

Oi menina! Ai meu Deus! kkk

Tá longe é? kkk Você que pensa... Quem tá longe, tá perto também, faça fé!

Belo poema!

bjs
O Sibarita

vida de vidro disse...

Faz do meu corpo o teu caminho e a tua casa... O desejo de todos os apaixonados. **

PAH, nã sei! disse...

Passei para deixar um beijinho e um "até breve"!!!

sonhadora disse...

Desejo-te um bom fim de semana.Deixo-te uma maré de beijinhos embrulhados em abraços.

gasolina disse...

Querida Helena,

Recebe o agrado que tenho para ti lá no meu canto.

Beijinhos e óptimo fds.

cõllybry disse...

Viaja ao teu intirior e sente o firvilhar do centro da terra...

Bjca doce

Anónimo disse...

Viajo no prazer da tua escrita.
Viajo no prazer dos sabores do café que tomamos juntos.
Viajo no prazer dos aromas que conversamos.
Viajo no prazer de te sentir.
Viajo no prazer de te amar.
Viajo no prazer de estar em ti.

Simplesmente...
Profundo, estimulante, sonhador;
Parabéns Helena do
Paulo

Menina do Rio disse...

Uma viagem em que as mãos exploram as águas da paixão e a boca se deleita em prazeres de todos os sabores...Um beijo pra ti

DELÍRIOS disse...

Recendi a perfume de flores,
Perambulei entre os pecadores,
Pedi perdão das culpas e dores,
Ao deus do amor com o pretexto
De ler nuns olhos o longo texto,
Em que a paixão fosse o contexto.
E foi com teu convincente canto
E o teu sorriso que é um encanto,
Que sequei, da busca, o pranto,
Que me fazia ser ondas de mares
Perdidas em estranhos lugares,
Até que me puseste em altares,
Cingindo-me forte pela cintura,
Beijando-me a boca com doçura.
Oh Deus! Quanto prazer e loucura,
Foi a transmissão da tua energia,
Incendiada pelo fogo da orgia
Que foi o nosso encontro nesse dia.
BJUS DE DELIRIOS....

mixtu disse...

um viajar, leitura de domingo ...
um navegar num desnudo que não é um simples despir...

abrazo europeu

[[cleo]] disse...

Uma viagem que se faz nas asas do sonho, do desejo e da fantasia...

Um beijo

madrugada disse...

Fui-me deliciando palavra após palavra.

Viajei, em todas as frases escritas.

E quando cheguei ao final, limitei-me a fechar a boca.

Brilhante.

cm disse...

cartografia de linhas fluidas , baloice de um suspiro partilhado...

lindo
um abraço

albertokorda disse...

quem não gosta de viajar em alguém que adora?